O segundo ano de vida do Henrique!

O segundo ano de vida do Henrique!

Quando fiquei grávida do Henrique trabalhava na Companhia Docas do Pará e na mesma época cursava odontologia na UFPA. Era tudo muito corrido estuda de 13 às 19 h e trabalhava no Porto de Belém de 19:30 às 4h da madrugada…imaginem a loucura!!!

Então engravidei e como já contei em post anterior o início da minha gravidez foi muito difícil, por conta do tão famigerado resultado da Ultrassom de Translucência nucal, então tive que trancar a faculdade e passar a trabalhar no Edifício Sede da companhia Docas, em um horário de gente normal, rsrsr…

Passei praticamente a metade da gravidez de benefício, pois fiquei muito fragilizada…

Enfim…o Henrique nasceu, fiquei de licença maternidade e depois férias e voltei a trabalhar na CDP, o primeiro ano de vida do Henrique passou de forma tranquila e comecei a pensar em retomar o curso de Odontologia…

E como o horário que eu trabalhava não daria pra conciliar com a faculdade, tive que fazer um concurso com carga horária menor, pensava que por mais que o salário fosse menor iria conseguir me formar em odontologia…E assim foi…

Em 2009, comecei a trabalhar na UEPA no período da manhã e estudava a tarde…

Onde quero chegar, contando tudo isso??????

Negligenciei o segundo ano de vida do Henrique, em prol de mim mesma…

Talvez por isso não percebi os primeiros sinais do autismo!

Minha irmã mais velha e também madrinha do Henrique, cuidou dele desde o nascimento por que eu precisava trabalhar…

A Lilian e seu esposo não são só padrinhos, são os anjos da guarda do Henrique, e nesse segundo ano de vida dele, praticamente foram eles que tomaram conta de tudo, eu só via o Henrique a noite.

Ele ainda não falava e quando queria alguma coisa usava a gente como instrumento, por exemplo, quando queria água puxava a gente pra perto da geladeira…já era um sinal! Mas eu não sabia!!!!

No dia do seu aniversário de 2 anos, chorou muito na hora do Parabéns, também era um sinal! Mas de novo, eu não percebi. ( Até hoje o Henrique não tolera o Parabéns. Comemoro seu aniversário todo ano, mas não cantamos parabéns, o seu aniversário de 2 anos, no dia 20 de setembro de 2009, foi a última vez. Mas tenho fé em Deus, que um dia cantaremos de novo! Por isso comemoro todo ano, e na hora do Parabéns, fazemos uma oração.)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s